1.9.10

Olhar à volta é a tua função
E, entretanto,
Colocar as mãos sobre o alimento
E contar do sonho e da esperança.

Após as solenidades,
Hás de ir ao encontro
Dos que estão sentados olhando as mãos.

1 comentário:

no mundo da lu(a) disse...

Linda poesia!
De extrema sensibilidade teu blog.
Parabéns!
bjs.