22.9.09

GONÇALO M. TAVARES

Poesia


Construíram uma prisão cujos limites exteriores eram redes onde, através da torção dos arames, se encontravam escritos alguns dos mais belos poemas dos principais poetas do país.
Essa rede de versos que contornava toda a prisão era eléctrica: quem a tocasse apanharia um choque mortal.

(de Senhor Brecht, editorial Caminho, 2004)

2 comentários:

maria carvalhosa disse...

Uau!!! Tenho MESMO que ler isto!
Beijo.

Joana Serrado disse...

é belo, sim, mas a mensagem é terrível. Quer dizer que a poesia serve para chocar, electrizar, electrocutar, mas não para libertar.