16.5.04

NOVALIS

Não são as cores variegadas, os tons graciosos e o ar macio o que tanto nos entusiasma na Primavera. É o tranquilo espírito vaticinador de infinitas esperanças, um pressentimento de muitos dias felizes, da próspera existência de tão diversas naturezas, a suspeita de sublimes florações e frutos eternos e a obscura simpatia para com o mundo social que se desdobra.

(tradução de Rui Chafes, in Fragmentos de Novalis, 2ª ed: Assírio & Alvim, 2000 - documenta poetica)

1 comentário:

inatingivel disse...

"Tudo é semente." - Novalis